Marketing Digital Social Media

6 estratégias de marketing nas redes sociais

As redes sociais já se tornaram itens indispensáveis em qualquer estratégia de marketing digital, afinal elas têm um grande poder de influenciar os seguidores e, claro, de se comunicar diretamente com o público-alvo das empresas.

Mas, apesar disso, nem todos os empresários sabem exatamente como usar esses ambientes de forma correta e acabam perdendo oportunidades de conseguir captar novos clientes, promover determinados produtos e até de fazer mais vendas.

Esse é o seu caso? Então continue a leitura e veja as dicas de estratégias fundamentais que trouxemos hoje!

 

#1 Conheça as suas personas

Quem trabalha com marketing de conteúdo ou inbound marketing talvez já esteja familiarizado com o termo “buyer personas”. Essas se referem a personagens fictícios que representam um típico cliente do seu negócio.

Para isso, você deverá usar pesquisas e a observação sua do dia a dia, buscando reunir informações essenciais como idade, localização, renda, grau de escolaridade, preferências em termos de conteúdo, horários e mídias sociais que mais acessa, entre outros.

Conhecendo muito bem quem são seus clientes e possíveis clientes é mais fácil definir os tipos de posts que serão mais ou menos interessantes e engajadores para essas pessoas.

Por exemplo, se a sua empresa deseja atingir um público mais jovem e que consome muitos vídeos na rede, investir em conteúdos longos e em texto certamente não será a melhor estratégia para captar a atenção dessas pessoas, não é mesmo?

Lembre-se ainda que cada rede social possui suas características próprias e isso deve ser respeitado. Quem usa o Linkedin, por exemplo, está ali em busca de contatos profissionais e networking, então os conteúdos produzidos devem seguir essa mesma linha, assim como no Twitter é preciso pensar em ideias e comentários interessantes dentro dos 140 caracteres.

 

#2 Não fale só sobre você

Vamos ser sinceros, quem curte uma página de determinada empresa apenas para receber propagandas e conteúdos institucionais? Se você deseja que as pessoas se envolvam com seus assuntos e com a sua marca é importante produzir conteúdo interessante e informativo.

Lógico que as redes sociais são ótimos canais para divulgar o seu trabalho, promoções, eventos e outros, mas esse não deve ser o foco único da sua página.

Aqui, a dica é usar a Lei de Pareto: 80% de conteúdo informativo e relacionado à sua área de atuação e 20% de conteúdo institucional.

Novamente, a ideia do marketing de conteúdo e do inbound marketing é válida. Você não quer apenas vender seus produtos a qualquer custo, mas sim se tornar próximo dessas pessoas, ajudando-as no seu dia a dia, de forma que elas sintam-se conquistadas pelas suas marcas e se tornem fiéis a ela.

Por isso, crie postagens informativas, vídeos interessantes e ofereça dicas que favoreçam o engajamento, fazendo perguntas para serem respondidas nos comentários ou incentivando seus seguidores a compartilharem suas publicações, aumentando o poder de alcance da sua marca.

 

#3 Cuidado com as hashtags

Twitter, Facebook, Instagram, Linkedin… em todas essas redes sociais as hashtags são ótimas formas de os usuários pesquisarem por páginas e perfis que estejam abordando assuntos do seu interesse.

Justamente por isso é essencial que você saiba usá-las de forma correta nas suas postagens. Se você deseja atrair pessoas que se interessam por yoga, por exemplo, use hashtags simples e relacionadas ao tema como #yoga #yogalovers #iniciantesnayoga #roupasparayoga e assim por diante.

Outra dica é sempre pesquisar quais são as hashtags que estão sendo mais usadas pelos seus usuários e como elas podem ser aproveitadas pelas suas campanhas. Muitas vezes podem existir assuntos que estão sendo bem comentados no momento e que se relacionam com o seu setor de atuação, ajudando você a atrair mais público qualificado.

Tente evitar aquelas hashtags extremamente longas ou que não informam nada do que se relaciona com a sua empresa. Também não vale “enganar” o usuário, usando hashtags do momento, mas que não têm relação alguma com a sua publicação.

 

#4 Memes e trending topics

Quem cria e pensa as estratégias para redes sociais precisa estar sempre atento ao que acontece nesse universo. Quase diariamente novos memes e assuntos ganham os topos dos comentários e publicações e estar atento a isso é crucial.

Sabendo aproveitar de forma adequada o que está sendo mais comentado para a realidade do seu negócio é possível atrair mais seguidores, engajamentos e até conseguir um viral (determinada postagem que é extremamente compartilhada).

Mas, nada de forçar a barra, ou fazer “piadas” que podem ser más vistas por determinadas parcelas do seu público. Muitas vezes é melhor evitar participar de determinada brincadeira nas redes sociais do que ofender seus clientes e gerar uma crise de imagem para o seu negócio.

 

#5 Pense nos canais adequados para divulgar cada conteúdo

Lembra-se do primeiro item que colocamos aqui? Compreender quem forma seu público-alvo é essencial também para que você defina quais mídias sociais são mais ou menos relevantes para o seu negócio.

Se a maior parte dos seus clientes e possíveis clientes usam o Facebook e quase nenhum usa o Twitter, é óbvio que você precisa focar seus esforços e recursos no Facebook (e, em alguns casos, poderá até mesmo deixar de estar presente em outras redes que não são tão relevantes para o seu público).

Vale mais a pena ter uma presença forte e sólida nas redes sociais que são relevantes para seus consumidores do que tentar marcar presença em todas e acabar não dando conta das mais relevantes.

 

#6 Analise constantemente suas estratégias

Como você sabe quais estratégias têm trazido resultado e quais precisam ser revistas? Quais postagens trouxeram maior retorno? Qual é a taxa de retorno sobre o investimento das suas mídias sociais?

Se você não sabe essas respostas, está na hora de começar a analisar melhor as suas métricas. Como em toda estratégia de marketing digital, as mídias sociais também precisam ser constantemente monitoradas.

Muitas delas, como o Facebook, possuem métricas simples e acessíveis que ajudam a entender se você está ou não indo pelo caminho certo. Você também poderá fazer testes A/B para definir os melhores horários de postagens e até os formatos adequados de conteúdos.

Dependendo dos seus objetivos, diferentes métricas podem ser usadas, como taxa de tráfego criado para determinada página, número de compartilhamentos, número de curtidas novas na página, número de vendas de determinado produto, entre outros.

 

E, então, gostou das nossas dicas de estratégias de marketing nas redes sociais? Acredita que pode melhorar os resultados que a sua empresa vem tendo nesses ambientes? Venha conversar com um dos nossos consultores e saiba como podemos ajudá-lo!

[ninja_forms id=20]

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *